O Ministro da Economia presidiu à inauguração da nova unidade industrial do Grupo Pinto Brasil, na freguesia de Guardizela, Guimarães. Este importante Grupo Industrial vimaranense nasceu em 1991 e desde logo se dedicou ao desenvolvimento de soluções técnicas de engenharia para satisfazer as necessidades dos seus clientes.

Especializada na área metalomecânica, a Pinto Brasil desenvolve soluções para a indústria das cablagens e logística industrial, fortemente orientada à indústria automóvel e aeronáutica. A empresa dá resposta aos mais elevados padrões de exigência, sendo desse modo fornecedora preferencial de algumas das maiores empresas mundiais do setor, como fabricantes automóveis e fornecedores de 1ª linha desses fabricantes. A Pinto Brasil tem uma história de sucesso como atesta a sua presença em várias partes do globo que reforça com as novas instalações construídas em Guardizela.

O Grupo Pinto Brasil exporta mais de 90% da sua produção total para o mercado mundial e emprega mais de 350 pessoas. A nova unidade industrial de Guardizela, agora inaugurada, exporta 90% da respetiva produção e é um investimento que ronda os 15 milhões de euros, edificado em perto de 10 mil metros quadrados. A cerimónia iniciou-se com uma visita guiada às instalações da qual fizeram parte o Ministro da Economia, António Pires de Lima, o Presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, e vários autarcas da região. Seguiu-se o descerramento da placa e bênção das instalações pelo Reverendíssimo Cónego Mendes. De acordo com o protocolo os discursos iniciaram com algumas palavras proferidas pelo administrador do Grupo Pinto Brasil, Manuel Pinto Brasil, que fez um discurso emocionado e agradeceu todo o seu império à família destacando o seu pai e esposa.

“Quero agradecer o apoio da minha família, principalmente, ao meu pai, à minha mulher e aos meus filhos. Acreditamos que estamos destinados a continuar esta ambição de crescimento sendo que a excelência do nosso trabalho não é um ato mas sim um hábito”. Por sua vez o diretor fabril do Grupo, António Pinto Brasil, referiu que “a atualidade económica exige que a Pinto Brasil tenha uma posição líder num mercado que lhe permita vencer e tornar-se num player de destaque no seu ramo de atuação. É com orgulho que inauguramos hoje estas instalações, marco importante na história desta empresa e Grupo Industrial que, com apenas 22 anos de existência atingiu uma pontuação de renome no seu setor”. O Presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, mostrou-se visivelmente satisfeito por perceber que a nossa região ainda tem as suas valências e consegue implementar forças económicas imprescindíveis ao crescimento da mesma. “Podem contar com todo o apoio da Câmara Municipal de Guimarães. Estes projetos valorizam a região e o País. É de louvar que empreendimentos como este ainda emerjam perante esta crise”.

O Ministro da Economia, António Pires de Lima, salientou que a diminuição do défice se deve maioritariamente a empresas como a Pinto Brasil. “Vivemos um momento de viragem económica, de algum crescimento económico e consequente criação de postos de trabalho. Construir em circunstâncias difíceis tem mais valor e isso mostra um grande amor à Pátria. Até final de 2015 o Grupo Pinto Brasil prevê para a sua nova unidade de Guardizela uma duplicação do seu volume de negócios anual, assim como a criação de cerca de 75 novos postos de trabalho”, concluiu.

Notícia publicada em: http://www.digitaldevizela.com/2013/12/ministro-inaugurou-unidade-industrial.html